Blanka
Com quase um milhão de habitantes, Nápoles é a terceira cidade mais populosa da Itália, depois de Roma e Milão, e reúne as principais características do sul da Itália: boa comida, belezas naturais, clima ameno, calor humano e caos. É uma das cidades mais antigas da Europa e uma das cidades portuárias mais importantes do Mediterrâneo, destacando-se pela sua arquitetura e arte representadas pelas fortalezas, castelos, igrejas e palácios. Tem muita coisa bacana para fazer em Nápoles, mas estas dez, você não pode perder. 1. Castelo Sant’Elmo A antiga fortaleza abriga o museu del Novecento e proporciona uma vista incrível da cidade e do Vesúvio. Misturando criatividade barroca, beleza e mistério, a capela Sansevero é um dos museus mais importantes de Nápoles. Entre as belas esculturas e os afrescos de tirar o fôlego, destaca-se o Cristo Velato, uma escultura feita em mármore por Giuseppe Sanmartino em 1753. O San Carlo, o teatro mais antigo da Europa, foi inaugurado no dia 4 de novembro de 1737, 41 anos antes do teatro alla Scala em Milão e 55 anos antes do teatro La Fenice em Veneza, dia do onomástico do rei Carlos III de Bourbon. 2.Praça do Plebiscito Símbolo da cidade, a praça do Plebiscito é uma homenagem à unificação do Reino das duas Sicílias ao Piemonte ocorrida no dia 21 de outubro de 1860. Os destaques da praça são a basílica real San Francesco di Paola, o palácio real e a biblioteca real. 3. Galeria Umberto I
A galleria Umberto I em Nápoles é muito parecida com a galleria Vittorio Emanuele II de Milão e, assim como a versão milanesa, foi construída com o intuito de reparar o ambiente e a arquitetura do centro devastados por guerras e destruições. o que fazer em Nápoles Itália a galeria Umberto6. Duomo A catedral de Nápoles, embora dedicada à Santa Maria Assunta, é popularmente conhecida como a igreja de San Gennaro e engloba a basílica de Santa Restituta e a capela de San Gennaro. 4. Nápoles subterrânea (Napoli sotterranea) Uma viagem histórica, entre túneis e cisternas, que vai da época grega aos tempos modernos, a 40 metros de profundidade. O percurso inclui antigos aquedutos greco-romanos, vestígios do teatro românico e dos abrigos antiaéreos da Segunda Guerra Mundial. Pontos turísticos Nápoles Itália Nápoles Subterrânea Nápoles Subterrânea O que ver em Nápoles Itália8. Igreja del Gesù Nuovo Atrás da fachada sóbria, esconde-se uma das igrejas mais bonitas de Nápoles, a igreja del Gesù Nuovo, construída pelos jesuítas no final do século XVI. A avenida beira-mar de Nápoles, com vista para o castelo dell’Ovo e para o Vesúvio, é considerada uma das ruas litorâneas mais bonitas do mundo. Nápoles é a terra da pizza. Ir a Nápoles e não comer uma pizza é a mesma coisa que ir a Roma e não ver o papa e ir a Milão e não ver o Duomo.